Escrito por : garraguarani
on : quarta-feira, 7 mar, 2012
24

História das Torcidas do Bugre.



Torcida XAVANTES 1978/1981 – 1994

No início de 1978, durante as férias de verão, um grupo de adolescentes moradores da Vila Industrial em Campinas, nas imediações do início da rua Sales de Oliveira (mesmo sem saber que ali fora o primeiro campo de futebol do Guarani) resolveram formar uma Torcida de futebol para incentivar o Guarani Futebol Clube.

- Em 1976 fazíamos as aulas de Educação Física da Escola “Antônio Vilela Júnior” no campo do Guarani com o professor Pedro Pires de Toledo Filho, que era também preparador físico do time do Guarani e a partir daí começamos a freqüentar mais o “Brinco de Ouro”, ainda mais com a conquista do 1.o turno do Campeonato Paulista de 76.

- Em 1977 com o outro time de Campinas chegando as finais do Campeonato Paulista a rivalidade com os outros garotos do bairro, torcedores do outro time, aumentou muito, foi neste clima que surgiu a idéia da Torcida, foi neste contexto que cinco adolescentes do extremo leste da Vila Industrial, entre eles, João Cunha, Moisés Cunha, Renato Hirata, Fábio e Zé Carlos, todos com bandeiras do Bugre, resolveram se unir e formar a torcida, a partir daí começamos a juntar dinheiro fazendo rifas e comprando camisetas brancas e mandando bordar o nome e o símbolo da torcida (o índio Havita, baseado no símbolo do Guarani), sendo que o próprio jogador Renato (Pé Murcho) do Guarani acabou ganhando uma camiseta numa das rifas, meu pai forneceu o pano onde foi pintado o nome da Torcida “XAVANTES”, com isso outros garotos começaram a se juntar aos cinco iniciais, a Torcida fez sua estréia no amistoso para o Campeonato Brasileiro de 1978 no dia 08 de março com uma vitória do Guarani por 3 a 2 sobre o Santos, a partir daí começamos a se reunir no canto esquerdo da cabeceira norte do “Brinco de Ouro”.

O nome não foi escolhido por acaso, “XAVANTES” foi uma homenagem a essa tribo indígena que estava com muito destaque na mídia na época por causa de “Dzuru’ra”, mais conhecido como “cacique Juruna”, que carregando um gravador, registrava as promessas das autoridades responsáveis pela política indigenista brasileira relacionadas à demarcação de suas terras, e que viria a se tornar o primeiro deputado federal índio do Brasil pelo PDT (1983-1987). essa homenagem foi retribuída quando o “Cacique Alexandre Tesereptsé” ( Xavante da aldeia Sangradouro no Rio das Mortes em Capitão da Missão-MT ), esteve em Campinas no Brinco de Ouro e quis conhecer a Torcida recebendo de nossas mãos a camiseta da Torcida, declarando-se Bugrino desde criança, é claro!

- A Torcida se notabilizou pela beleza de suas bandeiras, na sua maioria confeccionadas em organza de nylon e pintadas à mão pela Cila (Cecília Hirata), causando grande efeito nas arquibancadas do estádio. A Torcida desde sua fundação esteve presente em todos os jogos do Guarani no Brinco e ainda participou da Caravana para o Rio de Janeiro contra o Vasco da Gama e da MEGA-CARAVANA para a primeira partida da decisão em São Paulo contra o Palmeiras. Durante o Campeonato Paulista participou de várias Caravanas pelo interior de São Paulo e ainda o DERBY NO PACAEMBÚ, pela Libertadores esteve em Assunção no Paraguai na semifinal contra o OLIMPIA.

Aliás, foi durante a primeira Libertadores disputada pelo Bugre que a Xavantes atingiu seu apogeu, firmando-se como a maior Torcida Organizada na época, fato este facilmente constatado com a exibição de sua faixa no centro das arquibancadas.

No início dos anos 80 a “XAVANTES” se fundiu com a “Coração Alvi-Verde” e a “Pele-Vermelha” para formar uma das maiores Torcidas do Guarani naquela década, a “Mocidade Unida”.

Em 1994, diante da boa campanha apresentada pelo Bugre, alguns ex-integrantes se reencontraram e reeditaram a camiseta com o símbolo original atualizado (um jovem guerreiro tupiniquim com arco e flecha, nas costas o distintivo ostentado por um tacape e uma borduna dispostos em “X”).

No dia 13 de Agosto de 2003, o Guarani comemorou os 25 anos da conquista do título Brasileiro de 1978, uma conquista heróica e inédita no interior do Brasil. Numa grande festa que contou com a presença de bom número de torcedores, a equipe de ex-atletas bugrinos, composta pelos campeões da época, jogou contra a Seleção Brasileira de Masters. Vale ressaltar que foi confeccionada uma camisa prateada, em homenagem à data ilustre.

Completando as comemorações, um jantar dançante foi organizado no ginásio de esportes do Bugre, e contou com a presença de ilustres convidados, um telão foi montado e nas Imagens de um Campeão vários gols da campanha de 1978 mostram ao fundo a faixa da XAVANTES.

Hoje, a maioria dos ex-Xavantes já estão na faixa dos 50 anos, mas ainda acompanham o Bugre do Tobogã. Honrados pela história que participaram e eternamente apaixonados pelo Guarani.

Moisés Cunha – Historiador e Membro do GARRA GUARANI.


24 Comments

  1. Bugrino says:

    Eu curtia a Boca-Suja estrategicamente perto da saida do tunel adversário.
    Lembro também da TEB torcida estudantil Bugrina e recentemente Bebungrinos.
    Destaque também para a Furia de Brasilia e Furia do Rio.O Bugrão é o unico interiorano que tem torcida fora de sua cidade.E vai essa indireta para a cronica de Campinas e pros que NUNCA TERÃO.

    • Jair says:

      Ainda bem que fizemos história do Guarani F.C. Eramos um grupo grande de adolescentes que estudavam no colégio Orozimbo Maia, e a através de nossa união formamos a Torcida Estudantil Bugrina em 1976.
      Tempo que ficávamos na geralzinha (em baixo do tobogã), e nossa faixa estendida, fazíamos caravanas apoiando o time por todo interior, e outros estados(campeonato Brasileiro).
      Alguns membros da época;JAIR, CALOS PINTO, WANDERLEY,BETHOVEN, IK, LYN,FERNANDO GROU, LUIZ CARLOS,REINALDO, CHIQUINHO,MILTON ,NITHA,RISADA,MEDÃO,…….AINDA IREI ME RECORDAR…..
      Muita diversão, e tempo onde não tinha violência.
      Que pena chegarmos onde chegamos!!!!!Mas hoje e sempre GUARANI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • alexandre says:

      Bom tempos aqueles, me lembro bem essa epoca, como o tempo passa rapido, ja se passram 35 anos. avante bugrão.

    • Luiz Carlos Linkevieius says:

      Boa Tarde Jair , voce se lembra dos Gemeos que moravam bem atras do Toboga ,tentei lembrar o nome deles porque tinha amizade com a Prime deles de Santos ,nunca mais encontrei e tive noticia deles..

  2. Luiz Carlos Linkevieius says:

    Paulinia 09/08/2013

    E saudades deste tempo……eu era socio do Guarani…tinha o campeonato no campo de terra e constumava jogar pela camisaria Celian , os times tinham nomes de empresas.,Esportes Carioca….depois do jogo corriamos para assitir o nosso Bugrao ..muitas vezes ficavamos no Departamento Social desde cedo jogando Pembolim,Tamancobol,PingPong com o Sr Pimentel nem almocavamos quando estava para comecar o jogo ia para arquibancada..Que tempo bom…..Clube social as noites dancando…..
    E hoje o que fizeram com nosso Guarani Futebol Clube , nao devemos culpar somente o Presidente , tem mais gente para olhar o que ele faz , porque deixaram roubar tanto assim e ninguem toma uma atitude….Ainda tenho esperanca de ver alguma mudanca , sei que existe gente honesta e tem vontade de fazer alguma coisa….e vai acontecer…a algum tempo achei uma foto minha de 1978 nao sei quem tirou ,estavamos no Rio de janeiro na praia antes do jogo , tentei achar novamente mais ta dificil ….
    Morava no Cambui enfrente a Campineira Vila Estanislau..sempre ia assitir aos jogos com meu Pai , iamos pela Norte Sul antiga , era rua de terra e so tinha um lado..que saudades….se tiver alguem desta epoca manda um alo..

  3. Pedro says:

    Eu lembro das seguintes torcidas Boca Suja, Pele Vermelha , Xavantes, Lança Verde, TUB , estas duas mais recentes , havia também a munias paraliticas alguem lembra desta ? fica no gol de entrada

  4. Erick Lança Verde says:

    eai blz Marcelo Guerreiro nao sou da antiga mais sou louco pela historia e conquista da Lança Verde !!! e gostaria de ajuda vc a volta com ela

  5. Erick Lança Verde says:

    Eai Marcelo Guerreiro !!!! nao sou das antigas mais gostaria de ajuda vc volta com a LANÇA VERDE

  6. Marcelo Guerreiro (Dunlop) says:

    Pessoal, boa noite!

    Vamos reviver a Lança Verde assim como querem reviver a linda e respeitada Bugrinos da Capital??? QUem vai nessa?

  7. Marcelo Guerreiro (Dunlop) says:

    Fui da Lança Verde em 1989 e 1990 e pretendo voltar com a mesma, alguém da Lança dessa época ou posterior quer ajudar nesta idéia? (Sandrinho, Jose e cia…).

  8. Na goleada do Bugre na Libertadores aparecem por ordem no vídeo as torcidas:

    Xavantes, Guerreiros da Tribo, Tribo dos Carajas, Torcida Ind. Pele Vermelha, Tupiniquins Força de Incentivo, Força Jovem, Torcida Boca Suja e Torcida Independente Garra Bugrina.

    No texto acima meu irmão João Cunha deu uma alterada no texto e a paixão falou mais alto ele escreveu:

    “Aliás, foi durante a primeira Libertadores disputada pelo Bugre que a Xavantes atingiu seu apogeu, firmando-se como a maior Torcida Organizada na época, fato este facilmente constatado com a exibição de sua faixa no centro das arquibancadas.”

    Na verdade as grandes torcidas em 79 eram a Guerreiros e a Garra Bugrina.

    Pretendo futuramente escrever alguma coisas sobre Torcidas mas não tenho nenhuma informação sobre elas exceto a Guerreiros da Tribo, quem tiver alguma informação e puder ajudar daremos o crédito da pessoa no texto, por favor quem tiver alguma informação, foto, vídeo, qq coisa favor entrar em contato com o Garra Guarani, qq ajuda será bem vinda, obrigado a todos.

  9. marcelo says:

    vai ter história das outras torcidas tambem ?
    lança verde por exemplo

  10. hailton paulo pampana junior says:

    AS DUAS FOTOS ACIMA,MOSTRAM REALMENTE O QUE ÉRAMOS DENTRO DE CAMPO.FOI UMA ÉPOCA DE OURO,DE DIAMANTE PRO FUTEBOL DO NOSSO AMADO BUGRE,ERA AINDA CRIANÇA,MAS MEU PAI ME LEVAVA JUNTO AOS JOGOS DO BUGRE,E TENHO GRAVADO EM MINHA MEMÓRIA ESTA IMAGENS INESQUECÍVEIS QUE SOMENTE QUEM TEM PODE CONTAR.O GUARANI É LINDO.

  11. Eddy says:

    Naquele tempo existia um tio muito louco que fotografava tudo de dentro do gramado e só ficava atrás do gol da cabeceira sul.Era um 60tão com baita cabelão elasticado..Acho que já se foi pois desde 1986 sumiu de cena.
    Os Xavantes era uma torcida muito vibrante e dela devem ter se derivado a Lança Verde e a Boca Suja.
    A TORCIDA DO BUGRÃO TEM MUITA HISTÓRIA DA HORA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. Para Rodrigo – Fúria Ribeirão

    Naquela época não imaginavamos que um dia teriamos algo parecido com a Internet só depois meu irmão comprou uma máquina fotográfica Instamatic da Kodak mais não tinhamos costume de levar a máquina em campo, por isso não temos registros fotográficos, a primeira foto saiu no jornal após a conquista do Campeonato Brasileiro em um anúncio da Poupança Continental e a outra foto é da revista Placar tb de 78.

    A primeira foto é da Torcida Xavantes festejando o quarto gol do Guarani contra o Sport na cabeceira do placar eletrônico em 1978 e a outra foto é da entrada do Guarani em campo em 1978 contra o mesmo Sport onde se ve ao fundo a faixa da torcida e a sua localização na cabeceira do placar pois nessa época ainda não existia o Tobogã.

    Veja no Youtube jogo do Guarani em 1979 pela Libertadores com faixa da Torcida Xavantes do Guarani ao lado da GUERREIROS DA TRIBO no centro da Arquibancada e outras torcidas da época, onde tb se pode ver as obras de construção do Tobogã.

    A URL é:

    http://www.youtube.com/watch?v=lLnNGYduqSk

  13. edson says:

    Recordar é viver.

    Sou dessa época e me lembro bem, inclusive participava das carreatas pela cidade com as bandeiras em destaque.

    Como esquecer da geral(zinha)?qtas e qtas tardes debaixo do sol escaldante naqueles degraus minusculos, bem como do placar manual atras da mesma.

    Quem não tem passado não tem história e devemos nos orgulhar de ter feito parte, digo, fazer parte dessa tribo chamada GUARANI.

  14. Rodrigo Fúria Ribeirão says:

    Perfeito a Ideia da Materia.
    MAs Seria interesante, ir atras dos registros fotograficos….sei que nao eh facil mas fica o pedido.

Envie um comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>